Anprotec lança proposta de programa para apoio a EIACs

22 de outubro de 2015
harpia

Na Sessão de Encerramento da 25a Conferência Anprotec, a Associação apresentou a versão de trabalho do Programa Harpia, uma proposta de apoio a empresas inovadoras de alto crescimento. A base do Programa é a sinergia entre as diferentes entidades que oferecem suporte ao empreendedorismo inovador, buscando a convergência de ações e iniciativas. O nome faz referência à harpia, águia dominante no território brasileiro e que é considerada uma das mais fortes, ágeis e poderosas aves do mundo – mesmo nascendo frágil, em um ninho protegido das ameaças externas.

Conforme explica o documento lançado, empreendimentos de alto crescimento são conceituados pela OECD como empresas que mantêm pelo menos 10 empregados e apresentam crescimento médio do pessoal ocupado próximo a 20% – por um período de três anos consecutivos. No Brasil, de acordo com um levantamento realizado por Endeavor e IBGE em 2013, essas empresas, apesar de representarem apenas 0,8% do total de companhias em atividade, eram responsáveis por mais de 50% dos empregos gerados em três anos.

Para o autor da publicação, o ex-presidente e conselheiro da Anprotec José Eduardo Fiates, apesar dos diversos esforços visando apoiar as empresas de alto crescimento, a realidade vivenciada pelos empreendedores que buscam apoio é cada vez mais difícil. “As empresas querem crescer rápido, mas encontram obstáculos surreais: formulários diferentes para captar financiamentos, anos de espera para obter licenças e direitos em órgãos reguladores, barreiras para acessar mercados estratégicos ou contar com mentores experientes. Essas e outras dificuldades sufocam, atrasam, desanimam e matam o espírito e o potencial de empreender – e crescer – de muitas empresas”, afirma.

Para reverter esse cenário, o Programa propõe uma política público-privada que integra e articula entidades de apoio a empresas inovadoras. “O objetivo é gerar uma solução completa, efetiva e desburocratizada para identificar, apoiar, promover e monitorar essas empresas, de forma a ampliar fortemente a quantidade e a relevância econômica-social desse segmento”, explica Fiates.

Além de detalhar a proposta e simular seus potenciais resultados, o documento apresenta depoimentos de empresários e representantes de diversas entidades de apoio ao empreendedorismo e à inovação. “Esta é uma versão de trabalho, aberta às contribuições de nossos associados e parceiros. O importante é que este Programa saia do papel, pois a aplicação coordenada de ações permitirá o avanço acelerado de um importante grupo de empresas, que pode vir a se tornar referência no Brasil e no mundo”, concluiu.

*Foto: Márcio OliveiraConfira a cobertura fotográfica completa aqui.

REALIZAÇÃO

ORGANIZAÇÃO LOCAL

PATROCINADORES DIAMANTE

PATROCINADORES OURO

PATROCINADORES BRONZE

PATROCINADORES COBRE

Share This